Intervenção e Abordagem

A Analise do Comportamento Aplicada (ABA) e a Terapia Cognitiva são abordagens (linha teórica e técnicas) utilizadas nas intervenções.

Muito conhecida pelo tratamento do Autismo a “terapia aba” ficou conhecida como um “método”, mas na verdade, ABA é a ciência do comportamento que embasa as intervenções. Esta abordagem não é exclusiva para tratamento do Autismo, mas ficou muito conhecida neste contexto por ser a intervenção baseada em evidências científicas e comprovada na sua eficácia.

Também é utilizado uma intervenção baseada no modelo Denver de Intervenção Precoce (ESDM), que tem como base fundamentos da ciência ABA, nos casos das crianças com idade de 0 a 4 anos.

Cada caso é criteriosamente avaliado e planejado, e em muitos deles estas estratégias são utilizadas de forma variada em um mesmo paciente.  

A Intervenção começa com uma avaliação inicial de entrevista com os pais e/ou responsáveis e avaliação comportamental da criança através de protocolos como VB MAPP, ABLS, AFLS, CHECKLIST ESDM, SOCIAL SAVVY à depender do caso.

Após esta avaliação são apresentados gráficos que mostram o desenvolvimento da criança e o planejamento da intervenção de acordo com as habilidades que ela deve aprender, trabalhando nos déficits comportamentais e cognitivos e também em seus excessos.